quarta-feira, 5 de novembro de 2014

capitulo 24

Zac -Obrigado Doutor, desculpe o incomodo. – ele disse pegando o papel. – Tenha um bom dia.

O doutor saiu.

Lily - Estranho isso né? – Lily pôs o dedo no queixo. – Você me disse que era contagioso.

Zac - Eu pensei que fosse... – ele suspirou fazendo vanessa prender o riso. – Vai saber.

Lily - Vou embora. – Tenho hora no salão de beleza. – olhou vanessa de cima a baixo. – Tenho que ficar linda pra você meu amor. – deu um beijo em zac,fazendo vanessa enojar-se.

Era incrível como ele não sentia nada com os beijos de Lily, depois que provou os beijos de vanessa, beijar Lily era como beijar uma pedra de gelo.

Lily- Até mais. – saiu.

Van- Ui. Ela não vai com a minha cara... – inflando as bochechas pra parecer com o Kiko.zac riu da gracinha. – Bem, vou trabalhar. – deu um selinho nele.

Zac- Eu vou te recompensar depois... – se referindo ao oral que ela fez.

Van- Estarei esperando a recompensa. – piscou e saiu rebolando, fazendo zac respirar fundo.

O resto do dia se passou tranquilo, com vanessa e zac se pegando as escondidas pelos cantos da empresa. Lily ligando quase o dia inteiro perguntando a que horas ele chegaria, mas o loiro não dava muita confiança para a esposa.

O fim do expediente chegou, e os dois estavam se amassando no estacionamento.

Zac- Não quero te deixar ir... – ele disse partido o beijo, dengoso.

Van- E nem eu quero ir meu amor... – ela disse o beijando outra vez.

Zac- É sério vanessa, vamos sair... – beijando o pescoço dela fazendo a morena ofegar. – Tem um motel aqui perto...

Van- Não seu bobo... – ela riu. – Tudo em seu tempo... Calma.

Zac- Eu não aguento... – a encostando em seu carro e a beijando outra vez. – Eu não sei se vou aguentar até amanhã.

Van- É claro que vai, meu bem... – ela riu, sentindo a mão dele apertar seu seio. – Meu amor, alguém pode nos ver... – ela sussurrou mordendo o lábio.

Van- Se alguém ver e contar pra sua mulherzinha babou...

Zac- Que se foda!

Van - É serio amor... Amanhã a gente faz gostoso, mas hoje não.

Zac- Porque não...?

Van- Porque eu estou dizendo que não. – pincelou o nariz dele que ficou com cara de pamonha. – Até amanhã meu amor... – o beijando outra vez.

Separou o beijo e caminhou até seu fusquinha.

Zac-Tchau... – disse observando-a ir embora, sentindo a baba descendo

2 comentários:

  1. Lkkkkkkkkkk
    O zac ta doidinho pela van

    ResponderExcluir
  2. que fogo desses dois hein,kkkk
    amei o capítulo ♥♥♥
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir